segunda-feira, 16 de dezembro de 2013

Assisti: Trem Noturno para Lisboa


TREM NOTURNO PARA LISBOA (Night Train to Lisbon)
ANO: 2013 | DURAÇÃO: 1h50min | CLASSIFICAÇÃO: 14 anos
ONDE ASSISTI: Bourbon Shopping

SINOPSE:
Esta é a história de Raimund Gregorius, um senhor que vive sozinho e é professor em um colégio na Suíça. Um dia, a caminho do trabalho, ele encontra uma moça que está prestes a pular de uma ponte e, imediatamente, a tira de lá e se propõe a ajuda-la. Ele a leva para sua sala de aula, causando um espanto nos alunos, é claro, mas logo nos primeiros minutos da aula ela vai embora, deixando seu casaco na sala.


Quando percebe isso, o professor mexe nos bolsos do casaco, procurando alguma informação sobre a moça e acha, em um dos bolsos, um livro do escritor português Amadeu de Almeida Prado, chamado “Um Ourives das Palavras”. Dentro do livro, havia uma passagem, com destino a Portugal e, assim, Raimund começa uma viagem em busca do autoconhecimento.

MINHAS OPINIÕES:
Trem Noturno para Lisboa é aquele tipo de filme que te faz pensar. A trilha sonora é melancólica, dramática. E a fotografia contribui para a construção desse clima.
Sem querer dar spoiler mas, no primeiro momento, você pensará que o professor vai em busca de informações sobre a moça, afinal, ela havia tentado se matar e, de repente, desaparece; quando, na verdade, ele vai em busca da história de Amadeu e conhece melhor a si mesmo.
O filme também resgata um pouco da história de Portugal, e apresenta situações históricas interessantes (apesar de algumas serem meio confusas ou não fazerem sentido), mas se você não gosta de história, não se preocupe, pois o assunto é abordado de maneira leve.


Trem Noturno para Lisboa (ainda que o trem saia durante o dia) é uma viagem na vida do escritor Amadeu de Almeida Prado e para a alma do espectador (ou o leitor, no caso de Raimund).
Embora este escritor português nunca tenha existido, os trechos apresentados no livro mexem muito com a gente e, assim como aconteceu com Raimund, fará você pensar sobre a própria vida. Afinal, quem nunca quis deixar tudo pra trás, simplesmente partir?
O filme é um pouco cansativo, mas ainda assim interessante. Ah, há uma surpresa no final, mas aí só assistindo pra descobrir.



4 comentários:

  1. EU ASSISTO SE EU QUISER!!!
    Mas quero. UAHAUAHU Fiquei curiosa e me identifiquei com a história, pelo pouco que você contou.
    Esses dias tb assisti Blue Jasmine no Itaú Cultural e me apaixonei, um dos melhores filmes do ano.

    www.pedrasnajanela.com

    ResponderExcluir
  2. Não tinha ouvido falar desse filme (ainda), dica anotada :)

    ResponderExcluir
  3. Não conhecia, mas parece bem legal.

    www.iasmincruz.com

    ResponderExcluir
  4. Amei seu blog! Parabéns *-* Bjsss!
    http://dayamancio.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir