quarta-feira, 22 de janeiro de 2014

Assisti: Um Novo Despertar


UM NOVO DESPERTAR (The Beaver)
ANO: 2011 | DURAÇÃO: 1h30min | CLASSIFICAÇÃO: 12 anos
ONDE ASSISTI: Netflix

SINOPSE:
Walter Black sofre de depressão e está tendo problemas para lidar com isso tanto no trabalho, quanto em casa. Mas quando ele é obrigado por sua família a se mudar, encontra um fantoche de castor e vê nele a ajuda que tanto procurava.

MINHAS OPINIÕES:
Com essa sinopse, eu achei que o filme ia ser daqueles bem divertidos e engraçados, afinal, um cara entre 40 e 50 anos que se comunica através de um fantoche de castor só pode ser divertido, mas aí você para pra pensar bem e vê que é meio triste.
O filme é um drama cômico, é claro que existem situações engraçadas e que te fazem rir, mas ainda assim trata de uma doença e de uma pessoa que se recusa a buscar ajuda externa.


Walter Black ganha vida por Mel Gibson. Eu comecei a fazer um curso de interpretação agora nas férias e to gostando muito e este filme veio a calhar com uma das aulas que tive: o professor disse que você estiver lá achando tudo aquilo ridículo, vai parecer ridículo. E é incrível ver como o Mel Gibson se entrega ao papel, sem medo do ridículo, e quão profundo acaba sendo se você prestar atenção pra valer nele.


O roteiro ainda aborda aquele medo dos filhos de se transformarem nos pais. Porter, o filho mais velho de Walter, por exemplo, enumera todos os hábitos que ele tem que são iguais ao do pai e tenta evita-los, mas a gente acaba se dando conta de que não é só uma questão de força de vontade.
Porter faz o trabalho dos colegas e cobra por isso e acaba se envolvendo com Norah (interpretada pela Jennifer Lawrence, que tá super em alta e merece toda a nossa atenção, nesse filme não é diferente), uma aluna exemplar que o contrata para escrever o discurso de formatura, pois não tem nenhuma inspiração. Assim como Walter foge da solução e Porter também o faz, a Norah também tem um problema que a aflige e um modo particular de se libertar, mas não o faz.


Particularmente, eu acho que o filme nos incentiva um pouco a isso, buscar as nossas maneiras de esquecer dos problemas, mas não se deixar render pela depressão.



Bom, a gente sabe que em algum momento o Walter vai precisar se livrar do Castor, mas a solução que ele encontra é bem mais chocante do que você consegue imaginar. E como o título em português sugere, ele encontra o seu novo começo.

33 comentários:

  1. Achei super interessante a história, ainda não conhecia o filme, mas agr já tá na minha lista de filmes para assistir XD

    Bjs, http://bsaccani.blogspot.com/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu achei esse filme super por acaso e pensei "por que não?" hhahah e valeu bastante a pena, assiste sim :)

      Excluir
  2. Achei muito interessante, sinceramente. Acho que a história muito triste e gostaria de ver como isso acabou no filme.

    http://leitecombiscotos.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Prepare os lencinhos porque são cenas fortes! Mas o final do filme é muito bonito.

      Excluir
  3. vi o trailer desse filme e fiquei bem curiosa!
    parece ser ótimo! beijos!
    http://ana-dodia.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. A sensação é essa mesma! HAHAHA Curiosidade, do começo ao fim do filme, vale a pena.

      Excluir
  4. Caraca, parece ser muito bom. Quando eu tiver um tempinho livro, vou ver, pois parece ser dramático e divertido ao mesmo tempo. Seguindo, se puder retribuir. Beeijos. <3
    http://ohmygoodblog.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Aproveite, mesmo, Thaís, porque é sempre bom ver um filminho pra dar uma relaxada ;)

      Excluir
  5. Ainda não assisti esse filme, mas parece ser ótimo!
    Beijos

    featglam.blogspot.com

    ResponderExcluir
  6. Ainda ão vi esse filme, adorei a resenha!
    Beijos.
    http://blogdafrancoise.com

    ResponderExcluir
  7. Adorei a dica, parece ser muito bom, ainda não vi.
    @angellribeiroo

    Bjaum
    http://www.modaimagem.com.br/2014/01/camiseta-que-promete-corrigir-ma.html

    ResponderExcluir
  8. Passando para fazer uma visitinha :)
    Beijos,
    www.blogdaninha.com

    ResponderExcluir
  9. Quando li a sinopse do livro pensei que fosse de comédia também, hahaha. Mas pelas imagens dá pra ver que é algo mais sério. Mas eu achei a história diferente por se tratar de um homem de 40 anos com um fantoche, haha. Me lembrou do Robbie da série Victorious, fiquei sabendo que você gosta da Victoria, né Bia? Ah, Jennifer Lawrence no filme? Acho que já te disse que adoro ela, ela merece todo o reconhecimento que está sendo, sendo indicada para o oscar e tal... Vou ver se assisto! Aliás já assisti alguns dos que você indicou aqui no blog, hahaha.

    Beijos,
    http://diariodasquatro.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Awn, Dressa! Você é demais ♥ HAHAHAH Eu também lembrei do Robbie quando o filme o cara e achei que seria algo nessa pegada mais comédia, mas é muito triste :( ainda assim é um filme lindo!

      Excluir
  10. Triste mesmo, acho que o fato de parecer cômico, talvez não seja, porque muitas vezes quando encontramos pessoas em situações inusitadas como essa da personagem de Mel, nossa tendência é realmente rir do que é supostamente ridículo, porém um problema onde as pessoas enxergam loucura e acabam rindo sem ao menos entender o porquê da pessoa se comportar de tal modo. Acho que o filme deve ser ótimo para explicar e mostrar esse lado. E sobre o medo dos filhos se tornarem como os pais, esse é o meu medo, principalmente de me tornar como meu pai.

    Mais um filme para a minha lista! \o/

    Adoro suas indicações!!!!!

    http://ilhadetati.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada, Tati!
      E uau, é isso mesmo o que você falou. A primeira reação é tipo "pff, ridículo", mas é um problema sério e acaba sendo uma crítica pra nós mesmos, né? Interpretar tudo de maneira ridícula não é certo e às vezes o problema dos outros é bem mais embaixo do que pensamos.

      Excluir
  11. Perece bem interessante, vou tentar ver ele!

    http://historiaimperfeita.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  12. Meu boy ja tinha falado desse filme mas nunca tinha parado pra ler algo sobre ele, ja faz um tempo que leio o seu blog e sempre acompanho as dicas de filme, mas que são muito boas por sinal.

    http://fotografiaecoisinhas.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada, Pri! Espero que você tenha curtido o filme e muito obrigada por acompanhar!

      Excluir
  13. Olá, Seguindo o blog, adorei.


    (Comente e Siga-me)
    http://gabriellyrosa.blogspot.com G.R ♥

    ResponderExcluir
  14. Parece ser mto bom, gosto de filme assim, adorei <3
    To seguindo aqui e curti a fan Page flor, pode retribui?
    Blog: http://ingridegoes.blogspot.com.br/
    Fan page: http://goo.gl/hNmEGx

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada! :D
      Espero que você goste do filme, mesmo ^_^

      Excluir
  15. Nossa, me interessou bastante.
    Não tive depressão, mas a ansiedade chegou em um limite 100% sem controle, ha 6 meses faço terapia.. já esta tudo ok kkkk
    Vou assistir, gosto de ver filmes assim e de saber histórias assim! =)

    Obrigada pela dica,
    Gostei do Blog até mais.
    http://amandamessias.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Acho que você vai gostar do Se Enlouquecer, Não Se Apaixone! Ele trata mais a depressão, mas também fala um pouquinho de ansiedade e, pelo menos, tem um final feliz, então vale a pena :)
      Boa sorte! E obrigada pela visita ♥

      Excluir
  16. Oi bia tudo bem? achei seu blog pelo seu instagram e me apaixonei por aqui hahaha esse filme eu já assisti ano passado e é realmente mt bom. Então, gostaria de saber se você tá afim de fazer uma parceria, que tal?! beijos

    ResponderExcluir